Botafogo Hoje
  • Home >
  • Notícias do Botafogo

Botafogo Celebra Primeira Vitória no Brasileirão 2024 sob Comando de Artur Jorge

Subtítulo: Em duelo tenso, Glorioso quebra sequência de tropeços com vitória magra sobre o Atlético-GO

Data Publicação19/04/2024
Compartilhar no:
  • compartilhar no whatsapp
  • compartilhar no facebook
  • compartilhar no twitter

Botafogo Celebra Primeira Vitória no Brasileirão 2024 sob Comando de Artur Jorge

Após uma série de 12 jogos sem vitórias, o Botafogo finalmente respirou aliviado nesta quinta-feira ao superar o Atlético-GO por 1 a 0, em uma partida disputada no Estádio Nilton Santos. Sob a liderança do técnico Artur Jorge, que estreou com o pé direito no Campeonato Brasileiro de 2024, o time carioca mostrou sinais de recuperação e esperança para a torcida.

Estratégias e Surpresas na Escalação

Mudanças Táticas Importantes

Artur Jorge fez uma escolha ousada ao deixar Tiquinho Soares no banco e escalar Matheus Nascimento desde o início, numa tentativa de manter uma formação ofensiva. Apesar das dificuldades iniciais para criar jogadas de impacto, a equipe alvinegra conseguiu explorar brechas na defesa adversária, culminando no gol de Mateo Ponte, que se destacou tanto ofensiva quanto defensivamente.

Momentos de Tensão e Oportunidades Perdidas

O jogo se manteve tenso até os últimos minutos, com o Botafogo desperdiçando várias chances de ampliar o marcador. No segundo tempo, o Atlético-GO pressionou em busca do empate, mas encontrou uma defesa sólida e um goleiro em noite inspirada. A equipe carioca, apesar da vitória, deixou o campo com a sensação de que ainda há muito a ser ajustado.

Avaliação dos Jogadores e Técnico

Desempenho Individual

Jogadores como Tchê Tchê e Mateo Ponte receberam as maiores notas pela contribuição decisiva no jogo. Enquanto Tiquinho Soares, vindo do banco, mostrou ser um substituto à altura, criando jogadas significativas que por pouco não resultaram em gols.

  • Gatito Fernández: 7,5 - Fez importantes defesas, inclusive uma crucial em um chute de Vagner Love.
  • Mateo Ponte: 8,0 - Marcou o gol da vitória e teve um papel defensivo crucial, salvando um lance perigoso no segundo tempo.
  • Lucas Halter: 8,0 - Foi essencial na defesa, bloqueando dois chutes que poderiam resultar em gol.
  • Bastos: 8,0 - Teve uma performance sólida, roubando bolas e se impondo defensivamente.
  • Hugo: 6,5 - Sua presença foi mais notada na marcação, com uma atuação razoável.
  • Gregore: 7,0 - Demonstrou bom condicionamento físico e eficácia na marcação enquanto esteve em campo.
  • Tchê Tchê: 8,5 - Excelente atuação no meio-campo, marcando, armando jogadas e dando passes decisivos.
  • Luiz Henrique: 7,0 - Contribuiu com uma assistência e teve momentos de destaque, apesar de alguns erros.
  • Jeffinho: 6,0 - Rápido nas jogadas, mas falhou na finalização.
  • Júnior Santos: 7,0 - Participou ativamente, especialmente no gol, mas desperdiçou uma grande chance de ampliar.
  • Matheus Nascimento: 6,5 - Mostrou movimentação e habilidade até sair lesionado.
  • Tiquinho Soares: 8,0 - Entrou bem no jogo e quase marcou após uma jogada impressionante.
  • Óscar Romero: 5,5 - Não conseguiu agregar velocidade ou poder de construção ao meio-campo.
  • Savarino: 5,5 - Teve uma participação discreta e perdeu bolas em momentos críticos.
  • Danilo Barbosa: 6,0 - Contribuiu na marcação e no jogo aéreo, mas teve erros em passes e chutes.
  • Patrick de Paula: 6,0 - Entrou com energia, participando ativamente e tentando finalizações.
  • Artur Jorge (técnico): 6,5 - Garantiu a vitória, mas suas substituições foram questionadas por reduzirem o dinamismo ofensivo do time.

A Gestão de Artur Jorge

O técnico Artur Jorge, embora tenha garantido os três pontos, enfrentou críticas pela falta de velocidade e poder ofensivo nos momentos finais, aspectos que podem ser cruciais nas próximas partidas do Brasileirão e na Libertadores.

Próximos Desafios

O Botafogo não terá muito tempo para descansar, com compromissos importantes no horizonte, tanto no Campeonato Brasileiro quanto na Copa Libertadores. A equipe precisa manter a consistência e melhorar o desempenho para aspirar posições mais altas na tabela.

FICHA TÉCNICA BOTAFOGO 1 X 0 ATLÉTICO-GO

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 18/4/2024 – 21h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Neuza Inês Back (Fifa/SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (VAR-Fifa/SP)
Renda e público: R$ 337.950,00 / 7.801 pagantes / 8.508 presentes
Cartões amarelos: Lucas Halter, Tiquinho Soares e Patrick de Paula (BOT); Pedro Henrique, Luiz Felipe, Bruno Tubarão e Rhaldney (ACG)
Cartões vermelhos: –
Gols: Mateo Ponte 31’/1ºT (1-0)

  • BOTAFOGO: Gatito Fernández; Mateo Ponte, Lucas Halter, Bastos e Hugo; Luiz Henrique (Savarino 18’/2ºT), Gregore (Danilo Barbosa 34’/2ºT), Tchê Tchê e Jeffinho (Óscar Romero 18’/2ºT); Júnior Santos (Patrick de Paula 34’/2ºT) e Matheus Nascimento (Tiquinho Soares 25’/1ºT) – Técnico: Artur Jorge.
  • ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Bruno Tubarão, Luiz Felipe, Pedro Henrique e Guilherme Romão; Rhaldney (Yony González 18’/2ºT), Gabriel Baralhas e Shaylon; Alejo Cruz (Vagner Love 18’/2ºT), Emiliano Rodríguez (Derek 33’/2ºT) e Luiz Fernando (Max 47’/2ºT) – Técnico: Emílio Faro.
autor

Por Thiago Guedes

instagram do thiago guedeslinkedin do thiago guedes
Sou Thiago Guedes, Jornalista e Publicitário. Fiz da internet o meu país e nas minhas redes sociais não coloco ninguém em vacilo. Aqui no portal, servimos bem para servirmos sempre! Você confere todas as noticias do Botafogo, os jogos do Botafogo hoje, horário do jogo do Botafogo, classificação e tabela completa atualizada e muito mais!

Últimas Notícias do Botafogo