Botafogo Hoje
  • Home >
  • Botafogo

História

Veja um resumo da história do Glorioso Botafogo!

Data Publicação25/10/2022
Compartilhar no:
  • compartilhar no whatsapp
  • compartilhar no facebook
  • compartilhar no twitter

História
Foto: Divulgação

História Botafogo de Futebol e Regatas: o famoso Glorioso é uma agremiação poliesportiva brasileira sediada no bairro de mesmo nome, na cidade do Rio de Janeiro. O clube nasceu de uma fusão entre o Club de Regatas Botafogo, um clube de Remo fundado em 1894, com o Botafogo Football Club, clube de futebol fundado em 1904.  Botafogo RJ é um dos principais clubes do Brasil, com diversas glórias em diferentes décadas da história.

Conhecido como Glorioso e pela estrela de cinco pontas em seu distintivo, o clube da Estrela Solitária tem como suas cores oficiais o preto e o branco e o seu estádio é o Nilton Santos, nome de um dos diversos ídolos da sua rica história. 

|indice|

Confira abaixo tudo sobra a história Botafogo.

história botafogo

História Botafogo

Abaixo, veja tudo sobre o história Botafogo  mais: títulos, ídolos e etc!

Como tudo começou...

O CLUB DE REGATAS BOTAFOGO surgiu no dia 1º de julho de 1894, na praia de Botafogo e ganhou esse nome em homenagem à enseada do bairro onde competiam os seus barcos. A sede era localizada em um casarão, no sul da praia de Botafogo.

Em 1899, a embarcação botafoguense Diva venceu todas as 22 regatas que disputou e se tornou campeã carioca, o único clube do Brasil campeão de três séculos. Além disso, o Club de Regatas Botafogo foi o primeiro clube carioca campeão brasileiro de alguma modalidade esportiva: de remo, em 1902, com Antônio Mendes de Oliveira Castro.

Fundaram o Club de Regatas Botafogo: Alberto Lisboa da Cunha, Arnaldo Pereira Braga, Arthur Galvão, Augusto Martins, Carlos de Souza Freire, Eduardo Fonseca, Frederico Lorena, Henrique Jacutinga, João Penaforte, João Teixeira, José Maria Dias Braga, Julio Kreisler, Julio Ribas Junior, Luís Fonseca Quintanilha Jordão, Oscar Lisboa da Cunha e Paulo Ernesto de Azevedo.

Em paralelo a isso, em 1904, surgiu também no bairro de Botafogo o Electro Club, primeiro nome dado ao Botafogo Football Club. A ideia de criar um clube nasceu entre dois amigos durante uma aula: Flávio Ramos e Emmanuel Sodré. Os dois estudavam no colégio Alfredo Gomes e tiveram a ideia de fundar um clube: "O Ithamar tem um clube de football na Rua Martins Ferreira. Vamos fundar outro no Largo dos Leões? Podemos falar aos Werneck, ao Arthur César, ao Vicente e ao Jacques", escreveu Flávio em um bilhete a Emmanuel.

Conversa vai, conversa vem, até que no dia 12 de agosto de 1904 foi formado um grupo de colegiais com idades entre 14 e 15 anos, em um casarão no Largo dos Leões, surgindo assim o Electro Club. Nome esse que durou só até o dia 18 de setembro, quando Dona Chiquitota, avó de Flávio, se espantou ao saber o nome do clube e argumentou: "Ora, morando onde vocês moram, o clube só pode se chamar Botafogo", disse ela. Pronto, foi o suficiente para o clube passar a se chamar Botafogo Football Club.

No dia 2 de outubro de 1904 aconteceu o primeiro amistoso, contra o Football and Athletic Club, e a primeira derrota: 3 x 0. O segundo jogo, em 21 de maio de 1905, a primeira vitória e sobre o Petropolitano, 1 a 0, gol de Flávio Ramos. Em 1906, o clube participou do primeiro Campeonato Carioca onde, no ano seguinte, terminou empatado com o Fluminense, sagrando-se campeão, em título reconhecido apenas em 1996. Em 1910, o clube obteve o seu primeiro Campeonato Carioca conquistado e comemorado após o apito final. Na década de 30, o clube conquistou o tetracampeonato carioca, de 1932 a 1935.

Fundadores do Botafogo Football Club: Álvaro Werneck, Arthur Cesar de Andrade, Augusto Paranhos Fontenele, Basílio Viana Junior, Carlos Bastos Neto, Emanuel de Almeida Sodré, Eurico Viveiros de Castro, Flávio da Silva Ramos, Itamar Tavares, Jacques Raimundo Ferreira da Silva, Lourival Costa, Octávio Werneck, Vicente Licínio Cardoso.

E como surgiu o Botafogo de Futebol e Regatas?

O Botafogo de Futebol e Regatas surgiu, de forma oficial, no dia 8 de dezembro de 1942, com a fusão do Club de Regatas Botafogo e o Botafogo Football Club. Em 11 de junho de 1942, durante uma partida de basquete pelo Campeonato Carioca entre as duas equipes, o jogador Albano, do Botafogo F.C., caiu em quadra e faleceu de ataque fulminante. O placar estava CRB 21x 23 BFC e a partida foi interrompida a dez minutos do final. O corpo de Albano foi retirado da sede de General Severiano e, ao passar em frente ao Mourisco Mar, o então presidente do C.R.Botafogo, Augusto Frederico Schimidt, comunicou:

"Comunico nesta hora a Albano que a sua última partida resultou numa nítida vitória. O tempo que resta do jogo interrompido os nossos jogadores não disputarão mais".

Eduardo Góis Trindade, então presidente do Botafogo Football Club, respondeu:

"Nas disputas entre os nossos clubes só pode haver um vencedor, o Botafogo!"

Schimidt então completou, dando início assim à fusão:

"O que mais é preciso para que os nossos dois clubes sejam um só?".

Com a fusão entre os dois clubes, três alterações foram feitas: a bandeira perdeu o escudo das letras entrelaçadas do BFC e ganhou a estrela solitária do Club de Regatas Botafogo; os calções pretos foram adotados e a bandeira ganhou um retângulo preto, com uma estrela branca ao alto.

O Botafogo conquistou o único tetra do Campeonato Carioca, nos anos 30, e representou o feito durante muito tempo com as quatro estrelas acima do escudo na camisa. Porém, o clube joje não utiliza mais essas estrelas complementares, deixando apenas a do escudo e fortalecendo o apelido de Estrela Solitária.

Em 1948, veio o primeiro título com Carlito Rocha como presidente e o cachorro Biriba como mascote, com o Botafogo derrotando em General Severiano o Expresso da Vitória, do Vasco da Gama.

E começa a surgir os ídolos

O Estádio Mário Filho, o Maracanã, construído para a Copa de 1950, foi inaugurado em 16 de junho daquele ano, com uma partida entre as seleções carioca e paulista. O primeiro gol do estádio foi marcado pelo ídolo alvinegro, Didi. O primeiro jogo do Botafogo no estádio foi após o "Maracanaço", quando o Uruguai venceu o Brasil na Copa por 2 a 1: derrota para o América pelo Campeonato Carioca por 4 a 2.

Antes de conquistar seu primeiro título no Maracanã, em 1957, o Botafogo realizou um jogo contra o Bonsucesso no 19 de julho de 1953, em General Severiano. Surgiu ali Manoel Francisco dos Santos, o Mané Garrincha. O Maracanã só veio a conhecê-lo no clássico com o Flamengo, no dia 7 de setembro, na vitória do Botafogo por 3 a 0, onde Garrincha fez seu primeiro gol no estádio. A consagração de Mané veio no dia 22 de dezembro de 1957, em goleada por 6 a 2 contra o Fluminense, garantindo assim o primeiro título alvinegro no Maracanã. Nessa ocasião, o Botafogo era comandado por João Saldanha, e contava no elenco com craques como Nílton Santos, Didi, Pampolini, Quarentinha, Servílio, Beto, Tomé, Edson e Adalberto.

Aliás, craques como Garrincha, Nilton Santos, Didi, Quarentinha, Amarildo, Paulo Valentim e Zagallo conquistaram três Campeonatos Estaduais, três Rio-São Paulo e serviram de base para a Seleção Brasileira, que conquistou as Copas do Mundo em 1958 e 1962. Nos anos de 1967-1968, o Botafogo conquistou o bicampeonato carioca e da Taça Guanabara, além do primeiro campeonato brasileiro (Taça Brasil) em 1968 e o tri-campeonato mundial em Caracas.

Década de 60

Após a conquista do primeiro título mundial da Seleção Brasileira, em 1958, na Suécia, com Zagallo, Nílton Santos, Didi e Garrincha, os anos 60 viriam a se transformar na década de ouro do Glorioso. O Botafogo RJ foi bicampeão carioca de 1961/62, campeão do Rio-São Paulo de 1962 e 1964 e conquistou diversos torneios internacionais. 

Com o fim da geração de Garrincha, o Glorioso trouxe revelou outros craques para o futebol mundial: Jairzinho, Paulo César Caju, Roberto, Rogério, Nei Conceição, Carlos Roberto, Ferreti, Afonsinho, Cao, Moreira, Valtencir, Othon Valentim, entre outros. Com essas feras junto de Manga, Gérson e Sebastião Leônidas, e com Zagallo como técnico, o Botafogo ganhou outro bicampeonato carioca em 1967/68, obi da Taça Guanabara em 1967 e 1968 e conquistou a Taça Brasil de 1968 (reconhecido pela CBF, em 2010, como o primeiro Campeonato Brasileiro de Futebol conquistado pelo Glorioso).

21 anos na seca

Após anos gloriosos, o Botafogo RJ ficou 21 anos sem conquistar títulos e passou por um dos seus piores momentos da história. A volta dos títulos só veio em 21 de junho de 1989, com a vitória de 1 x 0 sobre o Flamengo em uma campanha invicta. No ano seguinte, o Bi Campeonato veio e abriu caminho para momentos marcantes, como o título da Copa Conmebol, em 1993, que garantiu ao Botafogo a histórica marca de ser o primeiro clube carioca a levantar um título internacional no Maracanã.

A sequência dos anos 90

No dia19 de maio de 1994, o Botafogo reinaugurou o Palacete Colonial de Venceslau Braz (inaugurado em 15 de dezembro de 1928) com um grande baile de gala. No ano seguinte, em 1995, o clube conquistou o Campeonato Brasileiro com Túlio Maravilha, Gonçalves e Donizete, entre outros. Nesse mesmo ano, em 8 de dezembro, o clube inaugurou o Complexo Sócio Esportivo Paulo Azeredo. Em 1997, veio a conquista da Taça Guanabara (com 100% de aproveitamento), da Taça Rio e do Campeonato Estadual de 1997. Em 1998, o tetracampeonato do Rio-São Paulo.

Anos 2000 e o surgimento de uma nova casa

As dificuldades voltaram a rondar o Botafogo RJ nos anos 2000, marcado pela queda para a Segunda Divisão em 2002. O clube voltou à elite no ano seguinte e conquistou em 2006 a Taça Guanabara e o Carioca. Em 2007, o Botafogo obteve o direito de mandar suas partidas no Estádio Olímpico, construído pela Prefeitura do Rio para os Jogos Pan-Americanos de 2007. Conhecido como Engenhão, por conta de sua localização no bairro do Engenho de Dentro, o estádio foi inaugurado em 30 de junho de 2007 com vitória do Botafogo sobre o Fluminense por 2 a 1. Hoje, o estádio se tornou Estádio Nilton Santos, casa do Glorioso.

Em 2007 e 2008, o clube levantou a Taça Rio e, em 2009, a Taça Guanabara.. No ano de 2010, o Botafogo RJ conquistou o Campeonato Carioca marcante: após sofrer uma goleada por 6 a 0 para o Vasco, o Glorioso arrancou para a conquista das Taças Guanabara e Rio e do Estadual, sem necessidade de final. No jogo decisivo da Taça Rio, uma vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, com cavadinha de Loco Abreu e Jefferson defendendo pênalti de Adriano.

O Botafogo ainda foi campeão do Campeonato Carioca em 2013, vencendo a Taça Guanabara e a Taça Rio, se tornando campeão de terra e mar, ao alcançar no mesmo ano o êxito também no Campeonato Carioca de Remo. Em 2014, uma nova queda para a Segunda Divisão, sendo campeão da Série B em 2015 e o retorno à elite do futebol brasileiro. No Remo, veio o tricampeonato estadual, histórico e inédito para o clube. Em 2018, o Botafogo novamente se sagrou Campeão de Terra e Mar. 

Em 2020, durante uma pandemia de Covid-19 que assombrou o mundo, o Botafogo caiu pela 3° vez em sua história, em um campeonato que terminou apenas no início de 2021. O clube retornou na temporada seguinte e garantiu o direito de jogar a Série A em 2022.

SAF Botafogo

No ano de 2022, mais um momento histórico para o Glorioso: o futebol do clube passou a ter um novo dono. O Botafogo RJ passou a ser uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF) e a modalidade futebol começou a ser gerida pelo americano John Textor. O contrato foi assinado entre ambas as partes e a nova empresa Botafogo recebeu um aporte de mais R$ 100 milhões.

A parceria entre Botafogo RJ e Textor garantiu ao empresário 80% das ações da SAF, sendo 10% garantidos com um empréstimo de R$50 milhões feito em fevereiro de 2022, totalizando assim 90% do controle do clube pelo americano. O Botafogo ficou com 10% das ações. 

Mais sobre o Botafogo RJ

Ídolos

A história do Botafogo RJ foi marcada por diversos ídolos, como: Flávio Ramos, Mimi Sodré, Carvalho Leite, Heleno de Freitas, Nilton Santos, Garrincha, Didi, Quarentinha, Roberto Miranda, Amarildo, Jairzinho, Zagallo, Gerson, Sebastião Leônidas, Marinho Chagas, Carlos Alberto Torres, Nilson Dias, Nei Conceição, PC Caju, Afonsinho, Carlos Roberto, Adalberto, Manga, Wagner, Jefferson, Mendonça, Alemão, Mauricio, Mauro Galvão, Paulinho Criciúma, Gonçalves, Sérgio Manoel, Wilson Gottardo, Túlio Maravilha, Donizete, Sandro, Túlio, Seedorf e Loco Abreu.

Símbolos e mascotes

O primeiro escudo do clube, embora não oficial, foi o do Club de Regatas Botafogo. Em 1919, a estrela cresceu e o monograma passou a ser dentro dela. Em 1904, com o surgimento do Botafogo Football Club, Basílio Viana Júnior, um dos fundadores do clube, desenhou um novo símbolo para o clube, com o fundo branco e um contorno preto e, ao centro, o monograma BFC. Em 1942, com o surgimento do Botafogo de Futebol e Regatas, o escudo foi alterado para esse que conhecemos hoje, com a famosa Estrela Solitária. 

Já sobre outros símbolos do clube, no que diz respeito aos mascotes, o Botafogo RJ tem a estátua apelidada de "Manequinho" como parte do folclore alvinegro. O monumento foi tombado em 2002 como patrimônio cultural e é uma representação bem-humorada da estátua Manneken Pis, da Praça de Bruxelas, na Bélgica. Passou a ser associada ao Glorioso na comemoração do Campeonato Carioca de 1957, quando um torcedor vestiu a escultura com a camisa do Botafogo. 

Outro grande mascote reconhecido pelo Botafogo RJ é o cachorro. A história surgiu pelo presidente e supersticioso Carlito Rocha, que passou a levar o vira-lata para todos os jogos do Botafogo no Campeonato Carioca de 1948: foram 19 partidas, com 17 vitórias e apenas dois empates dando fim a um jejum de 13 anos sem conquistas e fazendo com que a torcida botafoguense ganhasse o apelido de "cachorrada". Biriba pertencia ao zagueiro botafoguense Macaé e foi considerado o grande responsável pelo título invícto do Botafogo naquele ano.

Hinos do Botafogo

O grande compositor de inúmeras marchinhas de carnaval das décadas de 1940 e 1950, Lamartine Babo compôs os hinos dos seis grandes clubes do Rio: Botafogo, América, Bangu, Flamengo, Fluminense e Vasco. 

"Botafogo, Botafogo, campeão desde 1907
Foste herói em cada jogo, Botafogo
Por isso é que tu és e hás de ser
Nosso imenso prazer
Tradições aos milhões tens também
Tu és o Glorioso,
Não podes perder, perder pra ninguém.
Noutros esportes tua fibra está presente
Honrando as cores do Brasil de nossa gente
Na estrada dos louros, um facho de luz
Tua Estrela Solitária te conduz"

Porém, o Botafogo tem dois hinos oficiais, um dedicado ao futebol e o outro ao remo. Confira o hino oficial do Botafogo Football Club, com letra de Octacilio Gomes e música de Eduardo Souto:

"Botafogo Gentil!
Pura Glória do esporte brasileiro
A expressão mais viril
Da energia e do brio verdadeiro!
A lutar com afã
Tu farás, corrigindo a juventude,
Que o Brasil de amanhã
Seja a pátria da força e da saúde
Teu futuro e teu passado
Defendidos sem repouso
Façam sempre respeitado
Esse teu nome glorioso!
O alvinegro pendão,
O caminho a apontar-nos da vitória
Do Cruzeiro o clarão
As estrelas traduza a nossa glória!
Não te falte jamais
Da ousadia a nobreza e o puro fogo
Que o primeiro, entre os mais,
Há de ser ó glorioso Botafogo
(estribilho: Teu futuro e...)"

Já o hino oficial do Club de Regatas Botafogo foi composto por Alberto Ruiz e Theóphilo Magalhães:

"Salve ! Ó Club,
dos mais-mais antigo,
que na glória e fama és sublime,
o esplendor do teu vulto se exprime
pela força que vive contigo.
Botafogo qual nave imensa?
De velas pandas sobre o mar?
Nao há perigo que não vença?
Para as vitórias alcançar.
Nem há mais que em valor os iguale?
Na defesa da Estrela Isolada?
Que guarnece a bandeira adorada?
Que à da patria gentil equivale. "

Sedes do Botafogo

O Botafogo possui atualmente sete sedes no Rio de Janeiro e Niterói, além da construção do futuro Centro de Treinamento, o Espaço Lonier, localizado na zona oeste do Rio de Janeiro:

  • General Severiano

  • Mourisco Mar

  • Sacopã

  • Marechal Hermes

  • Caio Martins

  • Sede Campestre em Jacarepaguá

  • Estádio Nilton Santos

Títulos do Botafogo

títulos

Confira as principais conquistas do Botafogo RJ:

Outras Conquistas do Botafogo:

  • Torneio Triangular de Porto Alegre: 1951*

  • Torneio Quadrangular do Rio de Janeiro: 1954*

  • Torneio Quadrangular de Belo Horizonte: 1964*

  • Torneio Quadrangular de Teresina: 1966

  • Torneio Independência do Brasil (Brasília): 1974*

  • Torneio Ministro Ney Braga (Belém): 1976

  • Torneio 23º Aniversário de Brasília: 1983*

  • Torneio da Capital e do Interior/RJ: 1995

  • Copa Rio-Brasília: 1996*

* Invicto.

Além disso, o Botafogo RJ tem outras conquistas não profissionais:

  • Campeonato Carioca de Segundos Quadros: 6 vezes

  • 1906, 1907, 1909,1910, 1915, 1922

  • Torneio Início Amador: 1944

  • Campeonato Carioca de Amadores: 3 vezes

  • 1942/1943/1944

  • Campeonato Carioca de Aspirantes: 5 vezes

  • 1944/1945, 1958/1959, 1965

  • Campeonato Carioca de Terceiros Quadros: 5 vezes

  • 1915/1916, 1920, 1928, 1931

  • Troféu Fernando Loreti de Aspirantes: 1943

* Invicto.

Redes Sociais

Acompanhe o Botafogo RJ pelas suas redes sociais:

autor

Por Thiago Guedes

instagram do thiago guedeslinkedin do thiago guedes
Sou Thiago Guedes, Jornalista e Publicitário. Fiz da internet o meu país e nas minhas redes sociais não coloco ninguém em vacilo. Aqui no portal, servimos bem para servirmos sempre! Você confere todas as noticias do Botafogo, os jogos do Botafogo hoje, horário do jogo do Botafogo, classificação e tabela completa atualizada e muito mais!

Últimas Notícias

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.