Botafogo Hoje
  • Home >
  • Notícias do Botafogo

A Estrela Brilha no Botafogo: Tchê Tchê e o Pênalti da Vitória

A vitória sobre o Boavista pela Taça Rio destaca o papel crucial de Tchê Tchê e a coesão da equipe

Data Publicação01/04/2024
Compartilhar no:
  • compartilhar no whatsapp
  • compartilhar no facebook
  • compartilhar no twitter

A Estrela Brilha no Botafogo: Tchê Tchê e o Pênalti da Vitória
Foto: Victor Silva

O Botafogo celebrou mais uma conquista neste domingo, garantindo o título da Taça Rio após uma vitória convincente por 2 a 0 contra o Boavista. Entre os destaques da partida, Tchê Tchê se sobressaiu, não apenas pela execução de um pênalti que abriu o placar, mas também pela liderança e espírito de equipe que demonstrou tanto dentro quanto fora de campo.

A Sorte Está nos Detalhes: O Gol de Tchê Tchê

Superstição ou Estratégia?

A performance de Tchê Tchê nesta partida foi um dos pontos altos do campeonato. Em uma conversa descontraída com a Botafogo TV, o volante revelou um detalhe curioso que poderia ter custado um jantar caro. Antes do jogo, uma aposta com dois companheiros uruguaios colocou Tchê Tchê sob a pressão de marcar um gol, sob pena de pagar um jantar para Diego Hernández e Damián Suárez. A determinação do jogador foi evidente, "Tinha que fazer o gol de qualquer jeito", confessa. E quando a oportunidade do pênalti surgiu, Tchê Tchê não hesitou em assumir a responsabilidade, garantindo não apenas a vitória, mas também a manutenção de sua palavra.

Sou zero supersticioso, mas se as pessoas gostam de pensar, assim está bom. Tinha acertado a trave no primeiro tempo, ontem tinha feito aposta com Diego (Hernández) e Damián (Suárez) que se não fizesse gol teria que pagar jantar para eles. Tinha que fazer o gol de qualquer jeito. Na hora que saiu o pênalti, eu que tinha chutado também. No outro jogo (contra o Sampaio Corrêa), eu que ia bater, mas o Júnior (Santos) acabou sofrendo, pela fase tem que dar seguimento, deixei ele bater. Mas hoje eu tinha que chamar essa para mim. Fico feliz por fazer mais um gol com essa camisa, todo mundo sabe o carinho e respeito que tenho, acho que é recíproco, tanto de quem trabalha aqui quanto da torcida. Fico feliz, é difícil conquistar o respeito assim de todos, me sinto privilegiado aqui.

Liderança e Respeito

Além do gol, Tchê Tchê também assumiu o papel de capitão da equipe, refletindo sobre a decisão estratégica de poupar jogadores para o confronto. Esta escolha, segundo ele, demonstra não apenas a profundidade e qualidade do elenco do Botafogo, mas também a confiança mútua entre os jogadores e a comissão técnica. 

É bom, deu descanso para os que teoricamente estão titulares agora, têm que descansar para representar todos na quarta. Quem for escolhido tenho certeza que vai se entregar ao máximo para que possamos sair com a vitória. Hoje, apesar de valer o título, não é assim que encaramos, valia a classificação para a Copa do Brasil. Respeitamos o Boavista, haviam ganho de nós, sabíamos que seria difícil. O pessoal foi muito bem no primeiro jogo e nos deu tranquilidade para consolidar no segundo. Agora é descansar, ir para casa, aproveitar a família e amanhã voltar ao trabalho.

Um Time que Evolui Junto

A Força do Coletivo

A vitória do Botafogo sobre o Boavista não foi apenas o resultado da habilidade individual, mas da força coletiva e da estratégia de jogo. A equipe soube administrar o ritmo da partida, fazendo ajustes cruciais que culminaram no sucesso. Além disso, o retorno de jogadores importantes, como Patrick de Paula, e a evolução de outros, como Rafael, destacam a resiliência e o comprometimento do grupo. Rafael, em particular, após um longo período de recuperação, celebrou a chance de contribuir novamente para o time, marcando sua volta com uma assistência decisiva.

Consegui dar uma assistência na minha volta, foi mágico, mas foi tudo muito sofrido, batalhei muito e consegui voltar. Hoje consegui jogar 45 minutos, é maravilhoso, não esperava tanto na minha volta. Quero continuar trabalhando para ajudar o Botafogo (...) A reta final eu fiz quase toda com o Patrick, foi muito difícil, porque a gente às vezes se estressa, é uma agonia, você quer melhorar, aí sente dor em algum lugar, dá um passo atrás… A lesão dele foi pior que a minha. Essa emoção dele é para liberar isso tudo que ele passou um ano e um mês fora.

Botafogo Hoje

Em tempos de desinformação, o BOTAFOGO HOJE continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso contamos com uma equipe apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade sobre o Botafogo. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional do nosso portal? E melhor, não custa nada. Basta seguir e compartilhar nossos conteúdos.

Me siga no Instagram para saber mais sobre o meu trabalho e ficar por dentro do nosso Glorioso e ver mais Dicas.

autor

Por Thiago Guedes

instagram do thiago guedeslinkedin do thiago guedes
Sou Thiago Guedes, Jornalista e Publicitário. Fiz da internet o meu país e nas minhas redes sociais não coloco ninguém em vacilo. Aqui no portal, servimos bem para servirmos sempre! Você confere todas as noticias do Botafogo, os jogos do Botafogo hoje, horário do jogo do Botafogo, classificação e tabela completa atualizada e muito mais!

Últimas Notícias

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.