Botafogo Hoje
  • Home >
  • Notícias do Botafogo

Óscar Romero, a Nova Estrela do Botafogo: Uma Homenagem Viva a Garrincha

Descubra o motivo surpreendente por trás da escolha do número 70 pelo novo ídolo paraguaio do Botafogo!

Data Publicação29/03/2024
Compartilhar no:
  • compartilhar no whatsapp
  • compartilhar no facebook
  • compartilhar no twitter

Óscar Romero, a Nova Estrela do Botafogo: Uma Homenagem Viva a Garrincha

Na manhã desta quinta-feira (28/3), o meia paraguaio Óscar Romero foi apresentado oficialmente como o novo camisa 70 do Botafogo. Em uma cerimônia no Estádio Nilton Santos, o atleta expressou sua alegria e honra em fazer parte de um dos clubes mais tradicionais do Brasil. Segundo Romero, o contato do Botafogo não só gerou orgulho mas também a confirmação de que sua carreira estava prestes a embarcar em um novo e vibrante capítulo.

Um Desafio Pessoal e Profissional

Óscar Romero não escondeu seu entusiasmo ao falar sobre o novo desafio em sua carreira. Reconhecendo o futebol brasileiro como um dos melhores do mundo, ele vê sua chegada ao Botafogo como uma oportunidade de crescer ainda mais como jogador. Além disso, a proximidade com o irmão Ángel Romero, que atua pelo Corinthians, e a chance de finalmente enfrentá-lo em campo, adicionam um tempero especial a esta nova jornada. A rivalidade fraterna promete ser um dos grandes destaques da temporada, com a família Romero dividida, mas unida pela paixão pelo futebol.

No momento que o Botafogo se comunicou comigo, me gerou orgulho e satisfação. Sabemos que esse clube tem uma tradição muito importante no país. Para mim, é um desafio importante carreira, o futebol brasileiro é um dos melhores do mundo. Vir a uma instituição que projeta boas coisas e tem projetos muito importantes me alegrou em todos os aspectos para decidir estar aqui. Falei com meu irmão (Ángel Romero) e com Gatito, que está há anos no Botafogo, recebi palavras muito boas do clube, por isso hoje em dia estou aqui (...) No Cerro Porteño jogamos juntos, no San Lorenzo e na seleção do Paraguai também. Vai ser a primeira vez que vou ter a possibilidade de enfrentá-lo, aí não tem irmão (risos). Minha mãe seguramente vai ficar dividida, torcer por um em cada tempo. Minha família hoje está feliz, tem que viajar só para um país para ver os dois, mesmo sendo em cidades diferentes. Quando fui à China ou Turquia era difícil para a família, aqui é mais perto. É a primeira vez que vamos nos enfrentar, espero que o Botafogo ganhe.

A Escolha do Número 70: Uma Homenagem a Garrincha

Um dos momentos mais marcantes da apresentação de Óscar Romero foi a revelação da escolha do número 70 para sua camisa. O jogador explicou que, embora o número 10 tenha sido uma constante em sua carreira, optou pelo 70 no Botafogo como uma forma de homenagear o ícone Garrincha, multiplicando seu número característico, 7, por dez. Essa decisão não apenas mostra o respeito de Romero pela história do clube, mas também reforça seu desejo de criar sua própria legenda no Botafogo, inspirando-se nos feitos de um dos maiores jogadores de todos os tempos.

Meu número historicamente em todos os clubes foi o 10. Aqui é homenagem a Garrincha, é dez vezes Garrincha (que usava a 7). É uma homenagem a um ícone do Botafogo, por isso essa camisa.

Preparação para Estreia

Já regularizado no BID da CBF, Óscar Romero está intensificando seus treinamentos para se integrar ao elenco principal do Botafogo o mais rápido possível. Sua determinação em estar à disposição da comissão técnica e contribuir para os sucessos do time já nesta temporada é evidente. Com uma preparação focada e a motivação de fazer história no clube, Romero está pronto para mostrar seu valor em campo e conquistar o coração dos torcedores.

Desde que cheguei, estou treinando com o preparador físico à parte, não com o elenco principal. Mas creio que por esses dias me integrarei ao elenco e ficarei à disposição da comissão técnica.

Outras declarações de Óscar Romero

Posição preferida em campo

Ao longo da minha carreira joguei em distintas posições, na direita, na esquerda, de meia, aprendi a jogar em muitas posições. Como jogarei, dependerá do treinador. Vou conversar com ele, ver onde quer me usar no campo. Tenho que tratar de estar bem, concentrado, brindar ao máximo o clube, treinar e poder ajudar a equipe. Dar meu máximo para o Botafogo cumprir todos os seus objetivos nesse ano.

Como o Botafogo é visto

Já se vê o Botafogo de forma distinta, um projeto muito bom. Isso me ajudou a decidir a estar aqui. Quem está há mais tempo aqui também me falou bem do projeto, uma mudança radical. Quero somar nesse lindo projeto que está nascendo no Botafogo e ajudar que siga crescendo.

Quando poderá jogar? Será o reserva de Eduardo?

Meu último jogo foi em janeiro na Turquia, mas sempre fui profissional. Sempre treino, estou bem fisicamente para estar pronto. Nesse caso não é exceção. Trabalhava no Paraguai com um preparador físico, a comissão técnica vai analisar quando estarei em conta. Com respeito a se venho como alternativa, em nenhum clube fui para ser suplente, venho para lutar um posto, creio que tenho experiência para ganhar meu posto. Respeito meus companheiros, mas todos os jogadores vão a um clube querendo jogar. Quero ajudar o Botafogo. Venho com mentalidade de querer jogar.

Relação com o irmão Ángel Romero

Diferentes, não. Somos parecidos fisicamente, mas cada um com sua personalidade e características no campo. Ele é atacante, eu mais meio-campo, eu de criar jogadas, ele de finalizar. Essa pessoa ganhadora, que vai no clube e busca objetivos, isso temos igual. Admiro muito a carreira dele no Corinthians, um clube difícil de jogar pela pressão, como é o Botafogo. E ele soube sobressair, brilhar, tenho minha admiração pelo Angel e espero fazer aqui o mesmo que ele fez pelo Corinthians e ter minha própria história pelo Botafogo.

Estilo do Botafogo

Vi o último jogo da equipe, é muito rápida, sai rapidamente em contra-ataque, tem jogadores velozes. Posso fazer pausas, me associar com os companheiros. Desde o ano passado vi que tem uma boa maneira de jogar, apesar do jeito que escapou o campeonato, mas é um bom elenco. Espero poder ajudar a equipe.

Libertadores

A Libertadores já joguei outras vezes, é uma competição muito difícil, todas as equipes devem estar preparadas mentalmente e armar seu plantel. Creio que o Botafogo tem grande possibilidade de demonstrar, dar salto na América do Sul e fazer uma edição muito boa. Do meu lado, posso transmitir experiência quanto a essa competição, ajudar a fazer as coisas e quem sabe alcançar o sonho de ganhar essa Libertadores.

Rio de Janeiro e Estádio Nilton Santos

Conheci o Rio de Janeiro na época da Copa América que teve aqui no Brasil, joguei nesse estádio contra o Uruguai. Conheço, não muito, a cidade, mas já vim ao Rio. O estádio é impressionante, dá vontade de estar jogando. A impressão é muito boa. Espero fazer vários gols e ajudar minha equipe nesse estádio. Ainda não sei onde vou morar, minha família está vendo isso, em breve vamos resolver.

Futebol brasileiro

É um pouco diferente. Joguei muito tempo na Argentina, onde o futebol é de mais contato, se corre muito. Aqui, no Brasil, é um pouco mais técnico e dinâmico com a bola. Cada futebol tem suas características, a mim cabe me adaptar. Gosto do futebol brasileiro, vi muito por Ángel estar aqui, espero me adaptar o mais rápido possível e poder ir bem no Botafogo.

Libertadores

Joguei com Cerro Porteño e Boca Juniors a Libertadores, é uma competição muito linda. Jogar com o Botafogo, uma equipe brasileira, sempre os brasileiros são muito fortes. Vendo do outro lado, via os times brasileiros como muito poderosos. Hoje vejo o Botafogo se preparando bem para disputar a Libertadores, espero desfrutar com responsabilidade e fazer uma boa competição.

Força dos brasileiros

Nos últimos anos as equipes brasileiras praticamente se apoderaram da América do Sul, em todas as competições, se fizeram muito fortes. Foi um dos motivos de estar aqui, poder competir da melhor maneira nas copas internacionais. Se vê o futebol brasileiro como muito poderoso, com equipes competitivas, que sabem jogar e ganhar copas internacionais. Minha intenção é vir ajudar. Espero que o Botafogo vá muito bem.

Paraguai

É um dos meus objetivos poder voltar à seleção paraguaia. Estive por dez anos seguidos na seleção, desfrutei muito e tive oportunidade de jogar quatro Copas Américas. Minha intenção é voltar à seleção, mas primeiro tenho que dar o melhor no Botafogo, ganhar meu lugar, jogar muitas partidas, alcançar o nível que quero e depois poder estar na seleção e disputar a Copa América.

Gols de falta

Espero que sim. Treino muito para poder aperfeiçoar o tempo todo os tiros livres. Fiz gols de falta na minha carreira, espero conseguir aqui também. Se não vierem gols de falta, que venham de outra maneira, ou que possa ajudar com assistências os meus companheiros.

Gramado sintético

Nunca estive em clube com grama sintética, mas já joguei várias vezes. É questão de se adaptar. Vai demorar algumas partidas, mas depois vou me adaptar o mais rápido possível.

Calendário brasileiro

Sou consciente de que aqui se joga muitas partidas, mas eu gosto. Também é uma questão de adaptação poder jogar várias partidas. Ter preparação física diferente do que vinha acostumado para aguentar todas as partidas. Venho com vontade ajudar o time e o elenco, um bom elenco, estando dentro ou fora do campo.

Onde pode atuar

Já joguei na direita, na esquerda, no centro. Onde me sinto um pouco mais cômodo é me associando com atacantes e meio-campistas. São minhas características, em algum momento falarei com comissão técnica e treinador para ver onde me utilizarão no campo. Minhas características principais são jogar de enganche, espero ajudar a equipe e dar meu máximo.

Clássicos

Tem que estar preparado para jogar os clássicos, me prepararei para dar o melhor de mim e desfrutar. O futebol brasileiro é muito bom, tem estádios espetaculares, espero estar em campo e desfrutar com responsabilidade.

Torcida do Botafogo na Libertadores

Vi os jogos e me impressionou muito o estádio, os torcedores, nessas partidas estava muita gente, um ambiente muito lindo. No Boca pude jogar na Bombonera, maravilhoso, espero desfrutar das pessoas no Botafogo e dar muitas alegrias a elas.

História do Botafogo

Nilton Santos está entre os cinco maiores defensores do mundo, li, me informei. Garrincha sabemos a história que tem no futebol do Brasil e na seleção. Passaram por aqui muitos jogadores importantes, tops, é um orgulho para mim poder estar nessa instituição sabendo que passaram jogadores históricos. Espero deixar meu grãozinho de areia e poder fazer parte desse clube, que me deu oportunidade de estar aqui.

Botafogo Hoje

Em tempos de desinformação, o BOTAFOGO HOJE continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso contamos com uma equipe apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade sobre o Botafogo. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional do nosso portal? E melhor, não custa nada. Basta seguir e compartilhar nossos conteúdos.

Me siga no Instagram para saber mais sobre o meu trabalho e ficar por dentro do nosso Glorioso e ver mais Dicas.

autor

Por Thiago Guedes

instagram do thiago guedeslinkedin do thiago guedes
Sou Thiago Guedes, Jornalista e Publicitário. Fiz da internet o meu país e nas minhas redes sociais não coloco ninguém em vacilo. Aqui no portal, servimos bem para servirmos sempre! Você confere todas as noticias do Botafogo, os jogos do Botafogo hoje, horário do jogo do Botafogo, classificação e tabela completa atualizada e muito mais!

Últimas Notícias do Botafogo